Dia 31 de março: O Brasil tem motivos para comemorar?

Dia 31 de março: O Brasil tem motivos para comemorar?

27 de março de 2019 2 Por Equipe do Portal

“O presidente Jair Bolsonaro não considera o dia 31 de março de 1964 um golpe militar. Inclusive, já determinou ao ministério da defesa que faça as devidas comemorações com relação a data.” Essas são palavras de Otávio Rêgo Barros, porta-voz da presidência da república.

Desde sua época como parlamentar, Bolsonaro sempre deixou claro seu apoio aos militares brasileiros. Para o jornalista e doutor em ciências políticas pelo IESP, Fábio Vasconcellos, era esperado que tal discurso fosse deixado de lado após o início do mandato presidencial, já que o presidente, teoricamente, não deve governar para uma classe específica, tampouco em homenagem à memória, mas com olhos para o futuro e para o povo que o elegeu.

Além disso, o jornalista diz que a declaração do presidente acaba desviando a atenção do que é realmente relevante no momento. “A reforma da previdência é, ou deveria ser, a discussão principal nesse momento. Agora, a atenção está concentrada em saber se o presidente autorizou ou não comemorar 1964, quando na verdade a discussão deveria ser se Bolsonaro vai ou não conseguir a base parlamentar necessária para votar e aprovar a reforma, como ele fará isso e quais serão as consequências, já que é um assunto mais relevante no ponto de vista econômico e de gestão do país.”

Fomos à rua para saber a opinião das pessoas a respeito da declaração do presidente Jair Bolsonaro.

Reportagem de Davi Barbosa, Isabelle Xavier e Lucas Pires.

Imagem de capa: AFP