CBF promove a Semana Somos Futebol

Reportagem de Eliza Ranieri e João Ricardo Barbedo

 

A Confederação Brasileira de Futebol promoveu essa semana, em sua sede na Barra da Tijuca, o Somos Futebol – 2ª Semana de Evolução do Futebol Brasileiro -, com a presença de figuras importantes do esporte e com a realização de diversas palestras. Durante quatro dias, de segunda à quinta, nomes renomados como  Tite e Emily Lima, técnicos da seleção brasileira masculina e feminina, respectivamente, debateram sobre o futuro e os rumos do futebol brasileiro. Divididas por temas, as palestras, que ocorreram de manhã e a tarde, acumularam 40 horas de conteúdo e aprendizado para quem estava presente.

Da esquerda para a direita, Carlos Alberto Parreira, Fábio Capello, Tite, Marcelo Bielsa e Caio Ribeiro. / Foto: João Ricardo Barbedo

Na segunda-feira, primeiro dia do Somos Futebol, ícones como Juninho Paulista, Tinga, Carlos Alberto Parreira e Belletti estavam presentes. O tema debatido na parte da manhã foi “Técnicos e Táticas”, e contou com a palavra do técnico da Seleção Brasileira Tite, do ex-técnico das seleções da Argentina e Chile, Marcelo Bielsa, e do ex técnico do Milan e Real Madrid, Fabio Capello. O ex-jogador e comentarista da Rede Globo, Caio Ribeiro, foi convidado pela CBF para mediar o debate entre os palestrantes e disse estar orgulhoso do convite. “É uma honra estar junto de um campeão mundial como o Parreira, um campeão olímpico como o Bielsa, campeão de tudo como o Capello e o nosso atual treinador, que, definitivamente, colocou nossa seleção nos trilhos. Fiquei super feliz”, falou. Além dele, o ex-jogador do Fluminense e São Paulo, Washington, que hoje se prepara para se tornar técnico, disse ter aprendido muito com as palestras. “Foi uma fonte rica de conhecimento tático e técnico. São três técnicos com muita história e isso agregou bastante. Vou levar para o resto da minha carreira como treinador”, contou. De tarde, o tema foi “Gestão Esportiva” com Edu Gaspar, coordenador de seleções da CBF, Richard Law, diretor de futebol do Arsenal e David Dein, co-fundador da Premier League.

O comentarista Caio Ribeiro falando em entrevista exclusiva para o Portal. / Foto: Eliza Ranieri

Na terça-feira, o primeiro painel tratou sobre “Transferências Internacionais”. Omar Ongaro, diretor de Regulamentação da FIFA, abriu a manhã falando sobre as negociações dos clubes, seguido por Kimberly Morris, líder de Integridade e Compliance da FIFA, que falou sobre ética no futebol mundial e, por fim, Marcos Motta, especialista em Direito Esportivo, que explicou as regras das transferências. A tarde se tratou de “Digital”, contando com a presença de importantes figuras como José Colagrossi, diretor executivo do IBOPE, que explicou para a plateia as melhores formas de lidar com a ascensão das mídias sociais. Logo em seguida, Laura Froelich, Head global de conteúdo e parcerias esportivas do Twitter, enalteceu a rede social, dizendo que é o lugar onde as pessoas procuram tudo aquilo que acontece no mundo, principalmente nos esportes: “no Twitter, elas podem ser parte do jogo e nenhuma outra rede social pode fazer isso da maneira que ele faz”. Posteriormente, Eduardo Brandini, Head de media e entretenimento do Youtube Brasil – Google, contou que o futebol é o maior esporte para o Google e o Youtube juntos: são mais de 400 canais de futebol, 300 sobre clubes e 40 sobre campeonatos. Luís Olivalves, Head de mídias do Facebook encerrou a tarde falando da força das lives que, para ele, ganharam força por sua interatividade e o “time sensitive”, a sensação de realidade provocada pelo online.

 

Emily Lima, em entrevista exclusiva para o Portal. / Foto: João Ricardo Barbedo

A manhã de quarta-feira abordou a importância da experiência em jogos com o tema “Competições e Operações” e quem falou foi Mark Ellis, chefe de operações Middlesbrough FC, Catalina Navaro, Head de operações comerciais UEFA Events e Manoel Flores, diretor de competições da CBF. De tarde, o tema foi “Desenvolvimento do Futebol Feminino” e enalteceu a presença da mulher no esporte. A primeira técnica mulher da Seleção Brasileira feminina, Emily Lima, deu início às palestras, seguida por Emily Shaw, Head de governança e liderança de futebol feminino da FIFA e Sue Ronan, ex-técnica da Federação Irlandesa de Futebol.

Emily Lima contou para o Portal de Jornalismo ESPM os desafios que envolvem o seu cargo. “É uma responsabilidade muito grande, e eu penso que estou abrindo portas para outras mulheres entrarem”, disse. Ela ressaltou a importância do não só do resultado, mas do trabalho em que ela e a comissão técnica farão com o time, e falou sobre como irá lidar com as dificuldades das próximas temporadas. “O que traz dinheiro para o futebol e para a CBF é o futebol masculino. Então, nós precisamos dançar conforme a nossa música, e com isso já dá para fazer muita coisa”, acrescentou.

No último dia, na parte da manhã, o evento tratou do tema “Categorias de Base”, contando com a presença de Ronaldo Lima, coordenador de Categorias de Base do Santos FC, Lennard van Ruiven, gestor de Desenvolvimento de Futebol da Federação Holandesa de Futebol, Teun Jacobs, coordenador Técnico de Futebol da Federação Holandesa de Futebol e Carlos Amadeu, Técnico da Seleção Brasileira Sub-17 de Futebol. Já na parte da tarde, o assunto relacionado a “Estratégias para Internacionalização de Marcas”, e quem encerrou o evento foi Tom Greenwood, Head de Parcerias e Ativações da Premier League, Arnon de Mello, VP América Latina da NBA e Patrícia Schiavo, Head de exportação Guaraná Antárctica Ambev.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *